Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Champagne Choque

Champagne Choque

Que desilusão, Time Out

Na sexta-feira fui ao "Santo António à la Time Ou". Todos os anos a revista organiza um arraial na época dos Santos Populares em Lisboa e já tinha ouvido dizer maravilhas de amigos que vão todos os anos. Então este ano decidi ir, já que me ofereceram-me um bilhete. O preço era de 20 euros, mas se fossem comprados a pares saía cada um a 17,50 euros. Paga-se esse valor e lá a comida e bebida são à descrição, que basicamente é música para os ouvidos de qualquer português.

 

Foi dia 5 de junho, sexta-feira, das 19h às 2h da manhã, no Jardim do Museu de Arte Antiga. As portas abriram às 19h30 e logo à entrada estavam umas meninas a oferecer bolas de berlim da Sacolinha (para quem não conhece é uma pastelaria óptima e muito cruel na tentação das calorias). Conquistaram-me logo ali. O espaço era muito giro, tinha uma vista sobre o Tejo espectacular e estava um ambiente agradável. Havia várias bancas e barraquinhas de comida, com sardinhas, pregos e bifanas, caldo-verde, mini hamburgueres, ceviche, gelados, etc. Haviam dois bares de cerveja e outros dois, acho, de gin, mojitos, whiskey, etc. Havia um palco com uma banda a tocar. Até ali pareceu-me tudo muito bem. Como cheguei cedo aproveitei logo para jantar e por isso safei-me bem. O pior foi depois. Aquilo começou a encher e ficou a abarrotar de gente como era de esperar. E foi aqui que se percebeu o que estava errado. 

 

Para comer:

Havia diversidade de comida mas as barraquinhas não eram assim tantas. Conclusão: as filas ficaram enormes e quem chegou mais tarde esteve muito tempo à espera para conseguir comer. Ouvi pessoas a queixarem-se de ter passado 45 minutos numa fila. À meia-noite já não havia caldo-verde. 

 

Para beber:

Numa festa é óbviooo que se bebe a noite toda. Come-se o essencial, mas bebida tem que haver a noite toda. Só que não. Às 11h30 já não havia cerveja (!!!). Esses bares passaram a servir apenas Somersby. Não adoro, mas pronto, à falta de melhor... À meia-noite e meia também já não havia Somersby. Ou seja, dois dos bares ficaram vazios, a dizer às pessoas que já não tinham bebida. E relembro que a festa era até às 2h. Eventualmente todaaa a gente se dirigiu ao bar que tinha outras bebidas, que entretanto também acabaram. Acho que isto é inadmissível numa festa como esta. 

 

Para ir à casa-de-banho:

Para mim foi o pior da noite. Ora, para aquela gente toda, acharam que duas casas-de-banho chegavam. Uma para mulheres e uma para homens, cada uma com dois cubículos. DOIS!!!! Podem imaginar a fila que cresceu ali. Estava maior que qualquer fila para comer ou beber. E isto numa festa onde a bebida principal é cerveja. Podem imaginar o desespero das pessoas, muitas delas a pedir para passar à frente porque não aguentavam, mas sem sorte porque estava toda a gente assim. Foi o caos. 

 

A música:

O que é que se quer nos Santos Populares? Música pimba, brasileiradas, tudo o que seja mau e se torne bom nesta ocasiões. Quando cheguei ouvia-se música popular portuguesa, não era pimba, músicas antigas que ouvíamos nas marchas e tal...até aí tudo bem. Mas levar a NOITE TODA com esse tipo de músicas é que secalhar já não está assim tão bem. Porque ninguém dança com isso. Esteve toda a gente parada a maior parte da noite. Arraial sem dançar pirosadas não é arraial. Houve alturas em que passaram umas músicas mais divertidas e algumas pessoas ainda mexeram o pézinho, mas no geral, muito fraco. 

 

Apesar de tudo, eu diverti-me. Mas houve pessoas para quem a festa foi passada em filas, para comer, para beber, para ir à casa-de-banho. E isso não é bem o conceito de festa de ninguém. 

Bem sei que muita gente vai à festa da Time Out para ver e ser visto. Que é bem. Que só se dá um beijinho e que se tiram muitas fotos para dizer ao mundo instagrameiro que se esteve ali. Mas com a quantidade de bilhetes vendidos, eles tinham uma noção de quantas pessoas iam e o que aconteceu não se admite. Deixar acabar a cerveja? Só ter duas casas-de-banho? Que amadorismo. Claro que caiu tudo em cima da página de facebook da Time Out Lisboa. Se tivesse pago bilhete tinha ficado frustradíssima. Conclusão: para o ano não meto lá os pés, nem com bilhete oferecido. 

 

FullSizeRender.jpgFullSizeRender.jpg

IMG_4254.JPG

IMG_4257.JPG

IMG_4264.JPG

IMG_4251.JPG

IMG_4261.JPGIMG_4261.JPG

 

10 comentários

Comentar post

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim

foto do autor

Blogs Portugal